Azeitech 2021

Azeitech vai reunir a cadeia produtiva da olivicultura

Evento online terá estandes virtuais para a apresentação de produtos e programação diversificada

(Belo Horizonte – 14/5/2021) – A Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) promove, entre os dias 15 e 17 de junho, o 1º. Azeitech. Neste ano, o evento que vai discutir a cadeia produtiva da oliveira e aspectos como qualidade, características sensoriais e escolha de azeites, será totalmente online.

O Azeitech representa uma evolução do Dia de Campo de Olivicultura e da Mostra Tecnológica de Maquinários e Insumos, anualmente, realizados no Campo Experimental da EPAMIG em Maria da Fé. “Em 2021, teríamos a 16ª. edição do dia de campo e a 6ª. Mostra Tecnológica, criamos uma tradição na difusão de tecnologias e troca de experiências e informações com produtores, público e expositores. Neste novo formato esperamos manter essa interação e agregar novos participantes”,  projeta o pesquisador Pedro Moura, que integra a Comissão Organizadora do evento.

Nas edições anteriores, a Mostra Tecnológica apresentou produtos e serviços para a cadeia produtiva da oliveira, incluindo maquinários agrícolas de grande e de pequeno porte, pulverizadores, soluções para embalagem e envase, publicações, cosméticos, dentre outros. Na edição virtual, a proposta é manter esta proximidade entre o mercado e o consumidor. “Estamos abrindo um novo espaço, para um mercado e uma atividade relativamente novos no país. Em uma realidade que já é comum a todos os segmentos, a negociação online”, pondera o coordenador de Comercialização do evento, Antônio Nunes.

Para o 1º. Azeitech são oferecidos estandes virtuais nas categorias Ouro, Prata e Bronze. Os interessados em expor já podem entrar em contato pelo telefone (32) 99800-1705 (também whatsapp) ou pelo e-mail antonionunes@epamig.br.

 

A olivicultura em números

Desde a pioneira extração do azeite nacional extravirgem, realizada pela EPAMIG em Maria da Fé, no ano de 2008, a atividade tem crescido, especialmente na Serra da Mantiqueira, entre os estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. “Estimamos que existam cerca de 200 produtores, distribuídos em mais de 80 municípios, da região Sudeste, que além dos Contrafortes da Mantiqueira, abrangem também a região serrana do Espírito Santo”, informa o pesquisador Pedro Moura.

Atualmente, a Serra da Mantiqueira, conta com uma área plantada próxima a 3 mil hectares, com 1,2 milhão de oliveiras. E contabiliza cerca de 80 marcas de azeites e 27 agroindústrias de extração, destas, quatro estão localizadas em Maria da Fé. Além da cidade, Aiuruoca, Poços de Caldas, Gonçalves, Delfim Moreira, Andrelândia, Itanhandu, Monte Verde e Baependi, estão entre os municípios mineiros que se destacam na atividade.

Minas Gerais responde por cerca de 60% da produção, que faz sucesso nos circuitos gastronômicos. Em 2021, estima-se um total 50 mil litros de azeite extraídos na região, números semelhantes à safra anterior. “Temos alcançado resultados promissores no que se refere à qualidade, frescor e aroma”, garante o coordenador do Programa Estadual de Pesquisa em Olivicultura da EPAMIG, Luiz Fernando de Oliveira.

Difusão de conhecimento

O Azeitech terá uma programação diversificada. Em campo, estações virtuais vão tratar de temas como práticas culturais, adubação, e produção de azeites. O evento contará ainda com uma Mesa Redonda, com a participação das Mulheres da Cadeia da Olivicultura e com o Espaço de Inovação, que será promovido em parceria com a Embrapa.

Também serão realizadas palestras e debates sobre a cadeia produtiva, qualidade, comercialização, identificação e escolha de azeites, com a participação de profissionais qualificados do setor como os azeitólogos Ana Beloto e Marcelo Scofano e o professor do curso de pós-graduação em Gastronomia do Senac-SP e editor do Guia de Azeites do Brasil, Sandro Marques. Convidadas internacionais, como a pesquisadora do Instituto de Investigácion y Formación Agraria y Pesquera da Espanha (Ifapa), Brígida Jiménez Herrera, e a especialista em Análise Sensorial e Controle de Qualidade, Ana Claudia Ellis, professora da Faculdade de Química da Universidad de la República no Uruguai, já estão confirmadas.

“Como empresa de pesquisa considerada referência em olivicultura no Brasil, a EPAMIG tem um papel extremamente importante no desenvolvimento da cadeia produtiva e na transferência do conhecimento técnico aos produtores e demais interessados. O Azeitech é mais uma forma de cumprirmos essa função”, finaliza Luiz Fernando de Oliveira.

A programação completa e os canais para inscrição de participantes estarão disponíveis em breve no site www.azeitech.com.br.